domingo, 6 de março de 2016

Método definitivo para gerar trafego 100% organico para site e blog

metodo definitivo como gerar trafego site e blog


Quando se trata de tráfego em blogs, toda e qualquer estratégia é bem-vinda. A grande maioria dos blogueiros e profissionais de internet trabalha arduamente para conseguir atrair leitores para os seus conteúdos e pese embora isso possa parecer uma tarefa fácil, não é. Gerar tráfego para um artigo é hoje bem mais difícil do que era há 3 ou 4 anos atrás, quando a concorrência era muito menor, quando não existiam os recursos que existem hoje, quando a informação não estava disponível em qualquer lado. A blogosfera mudou, a internet mudou, e tudo hoje é mais difícil. Ainda assim, continuam a existir dezenas de oportunidades fantásticas para quem deseja gerar tráfego para os seus artigos e consequentemente transformar esse tráfego em potenciais clientes, leads, rendimento direto, etc.
Independentemente do seu objetivo, tudo começa por gerar tráfego. Depois o que você vai fazer com esse tráfego já depende de si e da infra-estrutura do seu blog. Se o seu site/blog não estiver corretamente construído com o objetivo de gerar leads, suas taxas de conversão na lista serão reduzidas. O mesmo acontece com os programas de afiliados. Se você não tiver o seu blog corretamente otimizado para converter em programas de afiliados, as suas taxas de conversão nesses programas serão um lixo. E assim por diante.
Gerar tráfego para os seus artigos é hoje mais complicado e ao mesmo tempo mais simples. Existem inúmeras oportunidades gratuitas e outras tantas pagas, que lhe permitem angariar milhares de leitores rapidamente para os seus conteúdos. E isso, naturalmente, irá ajudar você a conseguir construir seu negócio digital mais rápido e de forma mais acelerada.



1. Tráfego orgânico

O tráfego orgânico é e será sempre a sua principal fonte de receita. Por norma, o tráfego orgânico é aquele que você consegue posicionando corretamente seus artigos nos resultados orgânicos do Google (vulgarmente conhecida como SERP). Para conseguir um bom posicionamento nos resultados do Google, Bing e Yahoo, seus conteúdos precisam de mais do que simplesmente texto. Existem vários critérios que continuam a valer para conseguir um bom posicionamento na SERP, ainda que hoje alguns deles não tenham o peso de antigamente:
  • Um bom título deve ser catchy e conter as palavras-chave do conteúdo
  • O conteúdo deve estar corretamente escrito, organizado e devidamente estruturado com recurso a parágrafos, bolds, itálicos, listas de pontos e outros items que possam facilitar a leitura do utilizador
  • A utilização de imagens com Alt Text e Title é fundamental também
  • A dimensão do conteúdo também é importante, especialmente se maior significar melhor
  • A utilização de links internos para outros artigos relevantes e links externos para outras fontes de informação também ajuda
  • Uma correta otimização do Título do artigo e Meta descrição podem ajudar na SERP
  • Etc.
Existe uma infinidade de fatores que podem ajudar seus conteúdos a rankear melhor ou pior no Google, mas o mais importante é sempre a qualidade do seu conteúdo e o número de referências que ele recebe, seja por meio de links de outros blogueiros indicando sua matéria, social signals (sinais das redes sociais), partilhas de conteúdo, comentários aos textos, etc. Tudo o que o Google conseguir perceber como interação junto do seu conteúdo, significa que os utilizadores gostaram ou pelo menos esse conteúdo gerou sinais sociais, o que certamente irá ajudar seus conteúdos a se posicionarem melhor nos buscadores. Mais informações sobre Social Signals aqui.
Outro fato interessante é o Google+, porque ele tende a rankear muito bem nos resultados orgânicos do Google, e de certa forma ajuda seus artigos a serem mais rapidamente indexados pelo Google. Não sei se existe correlação entre matérias públicas no Google+ e rankeamento na SERP, mas certo é que de várias formas usar o Google+ acaba por ajudar e você não deve menosprezar isso de forma alguma, independentemente do Google+ gerar muito pouco tráfego em comparação com outras mídias existentes.
Google+ na SERP
Além de aparecer bem posicionada na SERP do Google, apatamente com uma indicação do Google+ em meu perfil pessoal e outra indicação através do perfil de Google+ da Escola Dinheiro. Não é um SERP Domination, mas é uma excelente forma de gerar mais tráfego para as suas matérias e/ou pelo menos aparecer mais.

2. Facebook orgânico

O alcance do Facebook está longe de ser o que era, ainda assim, existe margem para conseguir alguns bons milhares de visitantes para um artigo quando o assunto é suficientemente atrativo para eles. Alguns conteúdos de humor e entretenimento, estão constantemente sendo compartilhados por utilizadores na rede, sem necessidade de patrocinar esses conteúdos, simplesmente porque os títulos e descrições desses conteúdos são apelativos o suficiente para gerar interesse e consequente partilha desse conteúdo. Naturalmente, para alguns tipos de conteúdos isso é mais difícil, mas com criatividade você pode conseguir contornar isso.
Título atrativo no Facebook
Neste exemplo, o Business Insider praticamente não escreve descrição no post de Facebook, e aproveita para utilizar um título maior e bastante mais apelativo. Inclusive, fazem uso de uma imagem de um filme para tornar o artigo ainda mais apelativo ao chamado Clickbait (Ler mais sobre esse assunto aqui), gerando maior visitação para o conteúdo do que seria naturalmente expectável. A descrição superior e inferiores do artigo são igualmente muito curtas. Isso torna o conteúdo ainda mais apelativo por alguma razão, mas a verdade é que tende a funcionar muito bem.
Imagem atrativa para um artigo de Facebook
Neste exemplo do Insider.pro, para falar sobre IPOs em 2015 e empresas que entraram pela primeira vez na bolsa esse ano, os caras simplesmente colocam uma imagem altamente apelativa de hambúrgueres. Essa imagem inclusive diz respeito à empresa Shake Shack, uma das empresas citadas no artigo. Mas dessa forma, um assunto que à partida seria aborrecido para a maioria das pessoas, torna-se visualmente apelativo e interessante o suficiente para gerar cliques e aumentar consideravelmente o número de visitantes nessa matéria do site.
Logicamente, existem imensas outras oportunidades de gerar tráfego orgânico no Facebook sem ter de impulsionar artigos ou criar anúncios. Nem tudo requer investimento, ainda que investindo, seu caminho para o sucesso se torna bastante mais curto.

3. Facebook pago

Comprar anúncios de Facebook, impulsionar publicações, utilizar remarketing ou trabalhar com públicos segmentados são sempre uma excelente forma de gerar tráfego para o seu site e para os seus conteúdos. Logicamente nessa opção você precisa abrir os cordões à bolsa e fazer um investimento. A questão que se coloca é sempre: Você conseguirá recuperar esse investimento? Respondendo a essa pergunta, você tem apenas dois caminhos possíveis:
  • Sim – Significa que seu site/blog está corretamente orientado para o propósito da rentabilização e você consegue converter rapidamente seu tráfego em algo tangível para o seu negócio, seja isso uma inscrição numa lista de emails, a compra de um produto, uma lead, um clique em anúncio, etc.
  • Não – Significa que seu site/blog não está otimizado para converter seus leitores e você precisa rapidamente repensar seu propósito. Se o objetivo do seu blog é naturalmente ganhar dinheiro, você precisa repensar a forma como você pretende fazer isso, porque caso contrário, você terá grandes dificuldades para gerar um rendimento desse blog enquanto você não conseguir converter seu tráfego em algo realmente tangível para o seu negócio.
De entre as várias possibilidade do Facebook, existem muitas que podem ser utilizadas para gerar tráfego para artigos. Desde promover publicações com anúncios de Facebook, impulsionar artigos, fazer remarketing para utilizadores que já visitam o nosso site, trabalhar públicos segmentados através de listas de emails, etc. são várias as opções disponíveis para gerar tráfego. Naturalmente, você precisa fazer testes e encontrar o modelo que melhor se adequa às suas necessidades e ao objetivo que você pretende atingir com seus artigos.
Promover publicações no Facebook
Ao promover publicações no Facebook através de anúncios, você não estará impulsionando um artigo, você estará fazendo um anúncio com base num artigo, o que é bastante diferente e gera resultados igualmente diferentes. A juntar a isso, uma boa segmentação de público alvo, pode ajudar você a conseguir atingir mais rapidamente seus objetivos, investindo pouco dinheiro e conseguindo um alto retorno para o seu trabalho de forma indireta.
No fundo, seja tráfego pago ou orgânico do Facebook, você sempre precisa de conseguir converter esse utilizador no seu site, caso contrário seu tráfego apenas servirá para massajar seu ego. Conversão é o foco, e você precisa ter isso em consideração quando começa a gerar tráfego em seu site.

4. Guest Posts

Uma excelente forma de gerar maior tráfego para os seus artigos são os guest posts. Muitos profissionais consideram que guest posts são exclusivamente uma forma de link building, mas na verdade eles são essencialmente uma forma de tráfego com link building associado, em especial se os links forem follow, naturalmente. Ainda assim, os guest posts são uma forma interessante de você fornecer um conteúdo de alta qualidade a um outro blog, em troca de meia dúzia de indicações para artigos do seu próprio blog. Naturalmente, esses links irão gerar cliques, que por sua vez se tratam de utilizadores interessados em ler as suas matérias.
Mais uma vez, sua principal responsabilidade deverá ser a conversão em seu site.
Artigo do Anderson Chipak na Escola Dinheiro
Aquilo que o Anderson Chipak está fazendo aqui na Escola Dinheiro não é mais do que guest posting. Além de ganhar uma extrema autoridade e relevância para o seu trabalho, o Anderson ganha também alguns links follow para os seus trabalhos e naturalmente muito tráfego para os seus conteúdos e projetos, sejam eles quais forem. Em troca, o Anderson apenas tem de se comprometer a entregar o melhor trabalho possível e o melhor conteúdo possível. Dessa forma, uma parceria é possível e ao mesmo tempo lucrativa para ambas as partes.

5. Instagram

A rede social da moda tem sido cada vez mais indicada como uma excelente oportunidade para gerar tráfego. Independentemente de não funcionar tão bem quanto o Facebook ao nível de Clickbait e outras oportunidades de geração de tráfego mais imediato, é possível aproveitar o Instagram para fazer um marketing eficaz e relacionado aos conteúdos que você vai publicando em seu blog. Isso certamente ajudará você a conseguir mais seguidores, a gerar massa crítica, e ao mesmo tempo criar uma maior dinâmica em torno dos seus conteúdos, compartilhando-os em várias frentes.
Post no Instagram
Entende como é possível ser criativo no Instagram e falar de coisas importantes? Esse pode ser um canal interessante de você trabalhar nos próximos tempos, especialmente agora que o Facebook decidiu dar importância para o Instagram e melhorar a ferramenta. Uma vez que lá o alcance das postagens não foi cortado, quantos mais seguidores você tiver, maior é a probabilidade de você conseguir se fazer ouvir.

6. Youtube e Youtube Ads

O Youtube, para quem escreve artigos em blogs, pode ser também um ponto de relacionamento com as suas matérias. Um pequeno teaser/trailer no Youtube, com um bom título e uma boa descrição com link para o seu artigo, podem fazer toda a diferença. O Youtube é o segundo maior motor de busca do Mundo e isso significa que existem inúmeras e grandes oportunidades de gerar tráfego usando o Youtube, incluindo usando o Youtube Ads para gerar mais visualizações de vídeos e consequentemente mais tráfego para o seu blog.
Como gerar tráfego
Fazendo uma pesquisa no Youtube por “Como gerar tráfego” encontrei vários vídeos bacanas. Se abrirmos o primeiro vídeo, vejamos o que acontece:
Vídeo - Como gerar tráfego
O Sidnei já coloca o link do artigo na descrição do vídeo, junto com um texto apelativo e que explica o que trata essa matéria. São 4228 visualizações desse vídeo e 18 comentários. Você tem dúvida de que essa estratégia funciona? Eu não. Experimente fazer um teaser/resumo dos seus artigos, publicar no Youtube e linkar diretamente para os seus artigos. Além de linkbuilding, você estará gerando uma outra fonte de conteúdo para divulgar (o vídeo) e ao mesmo tempo posicionar seus vídeos no Youtube para gerar tráfego para as suas matérias do blog.
O Youtube Ads é também uma forma bacana de você alavancar mais rapidamente suas visualizações de vídeos e ao mesmo tempo o tráfego do seu blog. Com um bom conteúdo, com links no vídeo, na meta descrição do vídeo e um bom posicionamento, você tem uma receita de bolo para gerar tráfego do Youtube diretamente o seu blog.
Youtube Ads
Com o Youtube Ads é possível promover qualquer tipo de vídeo que esteja no Youtube, e gerar milhares de visualizações nesse vídeo, com um investimento extremamente reduzido. Naturalmente, o Youtube Ads tem as suas manhas, como o Google AdWords também tem, e você precisará aprender e dominar essas ferramentas para conseguir gerar o melhor resultado pelo menor investimento possível. No fim de contas, você só quer gerar mais tráfego para os artigos do seu blog e consequentemente converter esse tráfego em leads e novos clientes para o seu negócio, lembra?

7. Facebook Videos

Outra novidade bacana e que pode ser interessante de explorar são os vídeos de Facebook. Tanto os orgânicos como os pagos, porque ambas as opções podem ajudar você a construir massa crítica muito mais rapidamente e dessa forma gerar muito maior tráfego para o seu blog e para as suas matérias. Os vídeos de Facebook têm neste momento um alcance muito superior e outros formatos de mídia publicados na rede social. Isso acontece porque o Facebook quer dar uma importância e relevância tal aos vídeos, que fazendo explodir o alcance desse formato, vai trazer os publishers e geradores de conteúdo para criarem vídeos e publicarem diretamente no Facebook, ajudando a plataforma a competir olhos nos olhos com o Youtube pelas visualizações de vídeo. Não acredita?
Vídeo no Facebook
Neste vídeo, com apenas 1 minuto de duração, o Luciano da Escola Freelancer conseguiu algo como 2141 visualizações e 28 curtidas. Algo impensável até há algum tempo atrás, quando o vídeo não tinha tanta relevância para o Facebook como tem hoje. Naturalmente, dependendo do número de utilizadores e fãs da sua página, esses números de visualizações podem ascender a muitos milhares. Dúvida?
Vídeo 2 no Facebook
Esse aqui, com uma das fintas do Neymar na Copa América frente ao Peru, leva quase 100.000 visualizações e mais de 3000 curtidas. E foi publicado numa página de Facebook normal, com 219 mil curtidas. Nem estou falando de páginas de Facebook de grandes empresas ou marcas. E o vídeo tem hoje esse poder, dentro do Facebook, o que significa que podemos tentar utilizar o vídeo e essa ideia dos teasers/resumos para gerarmos interessante e naturalmente visitação para os nossos artigos. Ora veja este exemplo:
Estratégia de vídeo em Facebook
Com aquele vídeo de 1 minuto que o Luciano fez, ele conseguiu 2141 visualizações e logicamente esse foi um teaser/resumo com um call to action forte para um webinário que ele estava preparando. E então aparece o link para a inscrição no webinário, como poderia aparecer o link para um artigo ou matéria da Escola Freelancer. E isso é muito bacana porque permite gerar um credibilidade enorme com o vídeo e ao mesmo tempo atrelar essa credibilidade ao tráfego que enviamos para os artigos, deixando esses leitores de alguma forma ligados a nós e ao nosso conteúdo, com uma alta percepção de valor agregado.
Outra coisa bacana são os vídeos de Facebook pagos. Hoje em dia é possível promover vídeos dentro do Facebook, gerar mais visualizações de vídeo e ao mesmo tempo gerar mais tráfego para matérias do seu blog ou simplesmente para o seu site. A grande vantagem é que num exemplo como este, você consegue não só comprar tráfego, como também aumentar sua credibilidade de forma incrível.
Obter visualizações de vídeos
Com a opção Obter visualizações de vídeos, podemos carregar um vídeo diretamente para anunciar no Facebook ou escolher um vídeo da biblioteca. Isso permite-nos criar vídeos, teasers ou pequenas apresentações, linkar diretamente para os artigos do blog e gerar uma percepção muito alta de valor agregado a essas matérias.
Carregar vídeo para o Facebook
A grande vantagem é que esse formato de vídeo é extremamente acessível neste momento, pela simples razão que o Facebook quer fazer esse formato decolar e como tal, essa é uma grande oportunidade de gerar visualizações de vídeos e naturalmente, direccionar todo esse tráfego para os artigos e matérias do seu site/blog.

8. Email Marketing

Outra forma bacana de gerar mais tráfego nos seus artigos passa pelo email marketing também. De que serve você construir listas de email apenas para tentar vender seus produtos aos seus subscritores? Você não agrega valor algum dessa forma. O Email Marketing é muito mais do que simplesmente estar constantemente a tentar vender alguma coisa. Serve também para você indicar suas matérias, gerar massa crítica em torno dos seus conteúdos, ganhar leitores e uma maior fidelização em torno das suas matérias e principalmente de você, autor dos conteúdos.
Email Marketing
Numa simples campanha de email marketing, a divulgação de um artigo pode ter uma taxa de abertura de 26%, o que é fantástico e é uma excelente forma de gerar credibilidade junto dos seus assinantes e uma forma de você não estar constantemente tentando vender algo para eles. Isso aumenta naturalmente o valor da subscrição e do conteúdo que você envia para eles, sem necessidade de ser puxa saco e entregando um alto valor para essas pessoas.
Artigo promovido por email marketing
E naturalmente, você pode usar o email marketing para promover seus artigos do blog, gerar maior audência nessas matérias, o que invariavelmente se vai traduzir em mais curtidas e partilhas no Facebook, mais comentários, mais indicações e esses Social Signals acabarão por ajudar seus conteúdos a rankear melhor no Google e a gerar massa crítica, que é o ponto fundamental de todo e qualquer blog.

Conclusão

Recapitulando as ideias, a geração de tráfego para artigos e matérias de um blog não depende exclusivamente do tráfego orgânico do Google. Existe muito mais para além disso e muita coisa que você pode fazer para gerar maior visitação em suas matérias, criando uma legião muito maior de seguidores e leitores fieis ao seu blog e aos conteúdos que você tem para entregar. Recapitulando as ideias, tenha sempre em consideração:
  • Uma boa estruturação do conteúdo ajuda à leitura e principalmente a um bom rankeamento;
  • O Google+ pode ser interessante para acelerar a indexação dos seus conteúdos;
  • Trabalhe o Facebook orgânico de um jeito diferente e muito mais apelativo;
  • Boas imagens nos artigos e nos posts em mídias sociais geram muito mais cliques;
  • Comprar tráfego no Facebook para os seus artigos está valendo. Você só precisa conseguir converter esse tráfego em algo de valor;
  • Guest Posts em outros blogs dá trabalho, mas dá um excelente resultado a longo prazo;
  • Instagram veio para ficar e você pode aproveitar o alcance dele para gerar tráfego e massa crítica;
  • Vídeos no Youtube sempre geram tráfego. Aproveite para se posicionar bem na SERP do Youtube;
  • Vídeos de Facebook têm mais alcance que artigos. Explore isso a seu favor de uma forma criativa;
  • Explore os anúncios de Facebook para Vídeo e aumente suas visualizações mais rapidamente por um custo muito baixo;
  • Utilize o email marketing e seus assinantes para recomendar suas matérias e entregar um valor mais alto para quem assina;
Logicamente, tudo isso dá um pouco mais de trabalho do que simplesmente publicar uma matéria no blog, fechar a página e esperar que os resultados aconteçam, mas a verdade é que os resultados obtidos são muito melhores e isso ajuda seu negócio a acelerar e a decolar mais rapidamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog